Home Notícias Outubro Rosa é tema de Homenagem na Câmara

INSTITUCIONAL

MEMBROS

LICITAÇÕES

LEGISLAÇÃO

EDITAIS

LRF

TRANSPARÊNCIA

TRAMITAÇÃO DE MATERIAS

DOWNLOADS

COMUNICAÇÃO

LOGIN


Outubro Rosa é tema de Homenagem na Câmara
Ter, 07 de Outubro de 2014 19:04

Desde criança as meninas sabem que a cor “oficial” do sexo feminino é o rosa. É a cor da pureza, da inocência, das fantasias infantis. Está na decoração, nas roupas, nos brinquedos. Mas, nos últimos anos o rosa que simboliza romantismo, a pureza, a delicadeza, a beleza ganhou uma missão a mais, alertar as mulheres para a prevenção do câncer de mama.

O cuidado deve ser frequente, mas é no mês de outubro que esta cor passa a dominar ruas, prédios, cartões postais em todo o mundo. A Campanha Outubro Rosa surgiu na década de 1990 nos Estados Unidos e logo chegou a outros países, como o Brasil que teve, em 2002, o Mausoléu do Soldado Constitucionalista (mais conhecido como o Obelisco do Ibirapuera), na cidade de São Paulo, como o primeiro monumento brasileiro a se colorir de rosa aderindo à iniciativa.

Nos anos seguintes outros municípios apostaram na ideia e símbolos como o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, e a Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis, também ganharam iluminação especial.  Segundo a madrinha da campanha na Capital catarinense, Luiza Gutierrez, o objetivo é fazer com que cada luz rosa seja a luz da prevenção. “Queremos que cada luz que ilumina o mês de outubro lembre e conscientize as mulheres da importância do autoexame e do diagnóstico precoce porque somente assim vamos salvar vidas e prevenir cada vez mais a saúde da mulher”.

Em Florianópolis, o Outubro Rosa 2014 vai ser lançado oficialmente nesta terça-feira, 07 de outubro, com uma apresentação em frente à Catedral. Mas, a programação neste dia especial começou na Casa Legislativa com uma homenagem durante o Grande Expediente da Sessão Ordinária para a Associação Brasileira de Portadores de Câncer (AMUC) que organiza o projeto no município.

De acordo com a presidente da AMUC, Leoni Margarida Sim, em Santa Catarina somente em 2014 vão ser registrados 1850 novos casos de câncer de mama, e mais de 50 mil casos em todo o país, e 27% destas mulheres vão morrer.  Serão também 480 novos casos de câncer de colo de útero no estado catarinense neste ano e 30 casos em Florianópolis. “O que nós queremos é que o diagnóstico seja rápido e por isso fomos em busca de leis, mas a legislação teve tantos embargos que tivemos que aceitar que o tratamento comece em até 60 dias e não 30 como queríamos, mas infelizmente nem este um mês é cumprido. Por isso pintamos a cidade de rosa, para chamar a atenção”, completou a presidente da AMUC.

O presidente da Câmara Municipal de Florianópolis, César Faria (PSD), encerrou a solenidade destacando que o Legislativo não apenas apóia esta causa, como sabe da importância de discutir, divulgar esta iniciativa e propor novas ideias para prevenir a doença e evitar mais mortes. “É imprescindível a união de esforços entre Poder Legislativo, Executivo, sociedade organizada e entidades não governamentais para lutar por esta campanha que tem como missão salvar vidas de centenas de mulheres”.

 

©2011 - Desenvolvedor - Software Livre - Joomla