Home Notícias Manezinhos são Homenageados na Câmara

INSTITUCIONAL

MEMBROS

LICITAÇÕES

LEGISLAÇÃO

EDITAIS

LRF

TRANSPARÊNCIA

TRAMITAÇÃO DE MATERIAS

DOWNLOADS

COMUNICAÇÃO

LOGIN


Manezinhos são Homenageados na Câmara
Qua, 04 de Junho de 2014 18:51

Cantadinha e rápida. Assim foi a linguagem que dominou a Câmara Municipal de Florianópolis nesta quarta-feira, 04 de junho, durante a Sessão Solene para a Entrega da Medalha Manezinho Aldírio Simões. Personalidades e pessoas da capital que se destacam por representar Florianópolis foram reconhecidos e homenageados.

O vereador Erádio Gonçalves (PSD) enfatizou a importância da honraria que foi criada para homenagear cidadãos nascidos e/ou criados em Florianópolis, com o reconhecimento da incorporação, em sua vida, do espírito e da cultura ilhéu. A presente homenagem lembra o eterno Mané Aldírio Simões, cronista da alma da ilha, que foi fiel aos costumes e tradições, valorizando e divulgando a essência do ser, estar e do viver ilhéu.

"Os homenageados são grandes cidadãos que aprenderam o significado de ser "manezinho", nascidos ou não, carregam o orgulho pela nossa cultura e bela cidade. São pessoas de destaque na comunidade que moram e exercem atividades que engrandecem e promovem o município de Florianópolis", destacou Erádio Gonçalves.

Os homenageados deste ano foram: Augusto de Abreu, Gustavo Kuerten, Neobaldo Emílio da Silva, Vilmar Leonel Vieira, Igor Cruz, Rubens Gomes de Almeida e Amaro Manoel da Costa. Em nome dos demais agraciados Augusto de Abreu lembrou das características de um manezinho. "Mané tem que ir ao estádio assistir a uma partida do Figueirense ou do Avaí. Ser mané é falar rapidinho. É ter passado pela Ponte Hercílio Luz antes da construção da Ponte Colombo Salles. Eu não nasci aqui, mas escolhi Florianópolis para morar até morrer".

O presidente da Câmara Municipal de Florianópolis, César Faria (PSD) ressaltou que homenagear os manezinhos é homenagear a cultura, as tradições e a história da cidade. "A figura do mané é mais que uma simples construção social, ela existe e vive nas esquinas e mares que cercam a Ilha. Eu nasci em Florianópolis, na Maternidade Carlos Correa, sou torcedor do Figueirense e tenho a honra de dizer que sou Manezinho da Ilha", concluiu o presidente.

 

©2011 - Desenvolvedor - Software Livre - Joomla